Leitura digital – Problemas e soluções

Hoje trago um assunto interessante para se unir ao planejamento de estrutura do seu site. Vou citar alguns estudiosos que se interessaram por essa questão no início da valorização de conteúdo pela internet.

Para iniciarmos a discussão é importante entrarmos em um contexto. Quando você costuma ler um conteúdo pela internet ele precisa chamar a sua atenção de alguma forma, seja algo que resolva um problema ou algo que venha a ser visto como entretenimento. De alguma forma o texto o levou para a página e com isso podemos definir, também, os diversos tipos de leitores, os que procuram por uma leitura mais contínua e os que procuram por soluções rápidas. Tudo irá depender do tipo de conteúdo que você está expondo, entendendo isso você poderá entender o perfil do público que será atraído pelo seu conteúdo. A internet, hoje, funciona através de Interesses.

Alguns tipos de conteúdo atraem os leitores mais convencionais, aqueles que devoram linearmente livros físicos inteiros. Alguns estudiosos afirmam que a leitura na tela do computador tem implicações físicas, como cansaço visual gerado pelo brilho e pela posição fixa para a leitura (Braga e Ricarte, 2005). Eles estão corretos, porém na época dessas análises várias ferramentas que facilitam a leitura digital não haviam sido criadas e hoje eu penso em trazer algumas soluções já existentes para melhorarmos a leitura digital.

O que esses estudiosos não sabiam na época era que o computador de bolso seria de fácil acesso e com isso eles relacionavam suas análises voltadas apenas ao computador como único dispositivo de acesso à rede. Conhecemos hoje a grandiosidade dos smartphones, e o fato de caberem em nossas mãos já modifica a questão da posição fixa para a leitura. O Kindle é um dispositivo excelente para os leitores convencionais que querem aderir ao mundo digital, além da facilidade de locomoção este dispositivo ainda permite que você carregue consigo milhares de livros, sem contar na sua tela perfeita para evitarmos os problemas com o brilho. Se você quiser ficar em uma posição fixa utilizando esses aparelhos fique à vontade, eu vou ler até de ponta-cabeça.

Aplicativos como Play Livros, Wattpad, Kindle, Adobe Acrobat Reader e o WPS (todos para android) possuem um layout e ferramentas que facilitam a leitura de diversas formas, com exceção do Wattpad essas ferramentas possuem um sistema de “Modo noturno” que acaba com boa parte do problema relacionado ao brilho da tela permitindo uma leitura linear bem semelhante ao livro físico (alguns aplicativos ainda imitiam o movimento da mudança de página).

Sabemos que a leitura digital se expandiu grandemente com a chegada dos livros digitais e não se resume apenas a mídias sociais, mas as leituras voltadas a mídias sociais precisam, realmente de um certo cuidado. Você pode optar por layouts mais limpos e mais preocupados com a leitura e a interação do que com anúncios e informações exageradas. Você também pode adicionar recursos que facilitam a leitura como a liberdade em alterar o tamanho da fonte ao até mesmo o modo noturno como esse site aqui que na página de conteúdo possui um botão que o leva para o chamado “modo leitura” que exibe apenas o texto e ainda com algumas opções de formatação da página.

Podemos sim, resolver esses problemas citados acima até mesmo em um blog, tudo depende do seu interesse. Logicamente que quando falamos de uma mídia social que você não pode personalizar o conteúdo será exposto da mesma forma que todos, quanto a isso não podemos fazer nada.

O que você pensa sobre essa questão?

Tem algo a acrescentar? Vamos conversar e usufruir da interação na leitura digital, usem os comentários!

Referências: *BRAGA, D.B.; RICARTE, I. L. M. Letramento na Era Digital: Construindo sentidos através da interação com Hipertextos.

 

Carlos Hallan - 10, Agosto de 2016

CONVERSE COM A GENTE E GANHE UMA ANÁLISE COMPLETA DO QUE VOCÊ PRECISA!

(81) 3048-4216
996711619 | 99743-4132

Rua Bartolomeu de Medeiros, 104 – Guadalupe Olinda/PE