Como me dedicar mais aos meus projetos?

No meu dia comum me relaciono com diversos profissionais diferentes de diversos projetos e empresas diferentes. Isso me proporciona analisar diversas áreas do mercado e o comportamento dos profissionais dessas áreas, seja os pensamentos e ideias construídos pelo meio em que estão inseridos e/ou as relações dos colaboradores com a empresa/projeto.

Ultimamente venho notando que um determinado problema vem crescendo rapidamente que é a falta de dedicação. Muitos profissionais possuem diversas ideias interessantes mas não seguem a fundo como gostariam, e são munidos de uma imensa vontade pelo incentivo inicial. Infelizmente essa vontade possui um prazo de validade e logo o profissional descansa e a deixa ruir lentamente. Logicamente que isso ocorre por muitos fatores, problemas financeiros, problemas pessoais, burocracias e etc.

As pessoas desta era estão inseridos em um ambiente pesado, cheio de cobranças. O visual do outro é mais legal, jovens assumindo carreiras de sucesso em plena adolescência, blogueiros tendo liberdade para opinar e assim por diante. Essas cobranças estressam muitos profissionais que sonham em alcançar patamares maiores, e com isso diversas pessoas elaboram projetos para o melhor sucesso, mas nem sempre é isso que ela realmente quer.

A desistência do projeto pode surgir por muitos motivos, mas iremos focar no motivo mais recorrente a incerteza. O projeto da sua vida, provavelmente, não irá se resumir em um único empreendimento. Não adianta achar, querer algo e seguir por esse caminho por impulsos da moda. As pessoas precisam encontrar o que realmente querem fazer, apesar de saber que isso é relativo e não podermos escolher nosso caminho se não testarmos a experiência, se não adentrarmos em ambientes de riscos para elevar o pensamento do quem é você, sei que um pré-estudo pode ser feito para facilitar nessas escolhas.

Crie o seu plano de carreira, saiba antes de qualquer ação qual a posição que pretende alcançar, só assim o caminho a seguir se torna visível e mais fácil. Isso é extremamente importante para que você não se depare com o desconforto de trabalhar em ambientes que você não quer trabalhar e fazer o que você não quer fazer. Logicamente que em tempos de necessidade não podemos escolher muito o que fazer, mas podemos caminhar para chegar aonde queremos, pois tudo pode se tornar uma oportunidade.

Essas palavras se encaixam nessa discussão, porque para que um projeto saia do papel não é só a sua mão de obra que irá importar, várias pessoas estarão envolvidas e com isso a dedicação e o tempo delas serão desperdiçados, caso você desista do seu projeto ou não se dedique ao máximo e o deixe ruir por algum motivo.

Só o fato de você escolher o que realmente quer fazer diminui as chances de dar errado ou de assumir posições que não gostaria, ou de envolver pessoas em sua desistência.

Mas o que eu faço com a falta de tempo?

Tenho uma boa e uma má noticia para você!

Primeiro vamos a boa notícia...

Eu, particularmente, criei um blog para divulgar meus textos lúdicos o que me permite ter uma ótima liberdade para expor minhas histórias e ainda estar mais próximo de meus ideais. A alguns meses eu parei de alimentar o blog, falei para todos o quanto a falta de tempo estaria impedindo as publicações. Até que, analisei os meus textos já escritos, e notei que já tinha bastante conteúdo pronto, além de nunca parar de escrever, logo julguei a mim mesmo e notei o quanto minhas desculpas esfarrapadas estavam erradas. Eu dizia que não tinha tempo, mas gosto bastante de assistir séries no Netflix sem hora pra acabar.

O que me faltava, claramente, era organização, e por isso eu não conseguia publicar e gastava todo o meu tempo livre com diversão, podendo gastar só metade deste tempo com o Netflix e seguir me divertindo na construção de minhas histórias. Então a boa notícia é que a falta de organização é simples de se resolver, eu criei uma página para postar conteúdos mais curtos e assim conseguir publicar cronicas sem a necessidade de revisões intensas.

E a má notícia, é que a falta de tempo, muitas vezes, é culpa sua. Apenas você pode se dedicar mais aos seus projetos, apenas você pode agendar com organização os dias de descanso e os dias de trabalho naquilo.

Então, a pergunta foi: Como me dedicar mais aos meus projetos?

E a resposta é Faça o que realmente quer fazer, e deixe de moleza.

Gostou dos meus comentários sobre o tema? Diga o que acha e vamos conversando para chegarmos à uma conclusão melhor. 

Carlos Hallan - 04, Julho de 2016

CONVERSE COM A GENTE E GANHE UMA ANÁLISE COMPLETA DO QUE VOCÊ PRECISA!

(81) 3048-4216
996711619 | 99743-4132

Rua Bartolomeu de Medeiros, 104 – Guadalupe Olinda/PE